17/03/2017

[Resenha] A Soma de Todos os Beijos – Julia Quinn

Oiii Pessoas mais lindas!

Ainda estou nas nuvens depois do meu encontro com a Diva Julia Quinn. Ah, você não viu a farra que o pessoal do Livros e Laços fez com ela pelas nossas redes sociais? Tem problema não, semana que vem sai o post contando tudo sobre nosso encontro com ela. Vai ter vídeo, muitas fotos e SORTEIO! Fiquem ligadinhos aqui com a gente.

Mas essa semana é semana SIM para resenha sobre mais um livro da série Quarteto Smythe-Smith (lembram que eu disse que pra não ficar maçante pra vocês, eu postaria uma resenha sobre o quarteto semana sim semana não?), ainda bem, porque tudo o que eu quero é falar sobre essa série linda da vida.

Ah, e A Soma de Todos os Beijos foi mais um presente lindo que a diva deu a gente, porque eu amo uma história que tem superação e perdão.

Então, sigam-me os que acreditam em segundas chances!

A Soma de Todos os beijos

Viram meu box autografado? #amoMuito

Descrição
UM BRILHANTE MATEMÁTICO PODE CONTROLAR TUDO…
A não ser que um dia exagere na bebida a ponto de desafiar o amigo para um duelo. Desde que quebrou essa regra de ouro, Hugh Prentice vive com as consequências daquela noite: uma perna aleijada e os olhares de reprovação de toda a sociedade. Não que ele se importe com o que pensam dele. Ou pelo menos com o que a maioria pensa, porque a bela Sarah Pleinsworth está começando a incomodá-lo.

LADY SARAH NUNCA FOI DESCRITA COMO UMA PESSOA CONTIDA…
Na verdade, a palavra que mais usam em relação a ela é “dramática” – seguida de perto por “teimosa”. Mas Sarah faz tudo guiada pelo bom coração. Até mesmo deixar bem claro para Hugh Prentice que ele quase destruiu sua família naquele bendito duelo e que ela jamais poderá perdoá-lo.

Mas, ao serem forçados a passar uma semana na companhia um do outro, eles percebem que nem sempre convém confiar em primeiras impressões. E, quando um beijo leva a outro, e mais outro, e ainda outro, o matemático pode perder a conta e a donzela pode, pela primeira vez, ficar sem palavras.

Amores, quando publiquei o post sobre o box do quarteto (clica AQUI se você perdeu), cheguei a dizer que esse livro 3 era o único do qual eu havia ouvido falar. Agora sei porque, ele foi um dos mais elogiados da série (o que faz todo sentido…). Como já devo ter dito, essa série permite que os livros sejam lidos fora da ordem (se você não se importar com um spoilerzinho ou outro…). Bom, eu não aconselho, mas se você for rebelde pode ler até de trás pra frente. #blogueiraPaiaça Mas se você, assim como eu, prefere seguir a ordem, tem resenha sobre os dois primeiros livros AQUI.

Não sei quanto a vocês, mas a primeira vez que li sobre o Sr. Hugh Prentice lá no livro 1, tive uma péssima impressão dele. Tanto que, quando soube que o terceiro livro seria com ele, cheguei a desanimar. Mas isso foi antes de ler o segundo livro da série, onde eu passei a admirá-lo muito e fiquei em cólicas para ler a história. Pois é, eu mudo de ideia fácil, né?! #souDessas

A soma de todos os beijos

Então, foi extremamente curiosa que comecei a ler A Soma de Todos os Beijos. A história já começa linda, pois aqui vamos saber a versão de Hugh sobre o tal duelo que mudou sua vida para sempre. E olha, me apaixonei perdidamente por ele logo de cara. E esse amor foi só crescendo no meu peito durante toda a história.

Pena que não posso dizer o mesmo sobre a nossa mocinha, lady Sarah. ECA! 😝 Que menina chata! Só no final da história que minha antipatia por ela diminuiu. Deixa eu explicar, aqui vamos ter que ir com ela a dois casamentos. O de Honoria e Marcus e duas semanas depois, o de Daniel e Anne. Essa parte é maravilhosa, amo casamentos, ainda mais quando são de casais mais do que queridinhos meus.

Hugh não estava preparado para o olhar de Sarah. Ela ergueu a cabeça na direção da dele, os lábios afastando-se como se ela tomasse fôlego, e naquele momento Hugh teria jurado que o sol nascia e se punha no sorriso dela.

Só que a lady Chata Sarah está de mau humor justamente por causa dos casamentos. Dos casamentos de seus primos! Como ter simpatia por uma chata mocinha dessas? E, pra piorar, ela põe toda a culpa de ainda estar solteira justamente no meu amor em Hugh (não vou contar muito, mas tomem essa minha informação como verdadeira…😉). Eu queria esgana-la.

O beijo dele foi voraz e, pela primeira vez na vida, ela conheceu a paixão. Não, era mais do que paixão. Era necessidade.

Então, ela já detesta Hugh e já esta de mau humor por não estar se casando também, mas para piorar um pouquinho mais a situação, Honoria, a noiva, pede que Sarah faça companhia a Hugh, pois ela teme que ele sinta-se deslocado. Sendo que ele foi meio que culpado pelo isolamento de Daniel por três anos, isso é mesmo meio de se esperar.

Hugh lhe provocava desejos sobre os quais nenhuma jamais falaria, em que nenhuma dama sequer pensaria.

E assim a “treta” está armada, já que Hugh sabe muito bem como Sarah se sente a respeito dele, mas como nosso herói é um perfeito cavalheiro, comporta-se de forma excelente com ela (na maior parte do tempo). Amei mais ainda ele por isso.

A soma de todos os beijos

Olha meu livro autografado pela diva!

Mas o que me fez ficar apaixonadíssima por ele mesmo foi a forma como ele lida com sua deficiência. Hugh tem sequelas na perna devido ao tiro que levou de Daniel no tal duelo, o que todas já sabemos. Ele tem plena consciência de que tudo isso é culpa dele e se sente mais do que agradecido por Daniel ainda ser seu amigo. Isso me tocou muito fundo, pois a honra e a amizade entre eles é simplesmente linda. Sempre que isso era discutido na história meu coração palpitava.

Mas estava feliz por ela ter aceitado a bengala. Tinha sido, pensou com uma surpreendente ausência de amargura, o mais perto que ele chegaria de tomá-la nos braços e levá-la para um lugar seguro.

Patético, mas um homem precisava se apegar aos triunfos que tinha.

E entender como a mente de Hugh funciona é incrível, ele é extremamente inteligente, possui um humor negro e por isso, constantemente faz piada com as situações que as pessoas nem gostam de falar. Mesmo com sua perna o limitando e fazendo-o sentir dores horríveis ele mantém a pose de cavalheiro. Dói ver como ele se vê incapaz de ser o homem que sempre foi antes do acidente (acidente porque Daniel não quis atirar nele, na verdade), e dói mais ainda ver como a sociedade o trata como inferior pelo mesmo motivo.

Ele não dançava fazia quase quatro anos. E essa noite… estava sendo mágica. Jamais poderia lhe agradecer o suficiente por isso, por restaurar um pedaço de sua alma.

Amores, meu coração bateu forte todas as vezes que Hugh se comportava como um cavalheiro, mesmo sem poder. Quando ele fazia algo que para todos é simples, mas que para ele exigia um esforço hercúleo. O quanto ele pensava em aliviar seu desconforto sem ferir nenhum código de conduta. Tudo isso foi tocando meu coração mais e mais.

Sarah lhe pedira que demonstrasse sua genialidade matemática (palavras dela, não dele), e Hugh o fizera. Sempre detestara se exibir, mas Sarah o tinha ouvido com tanto prazer e divertimento que ele não sentira o desconforto comum a essas situações.

Tanto que ao final do livro, no final mesmo, ultimo paragrafo do epilogo, me emocionei só de imaginar como seria vê-lo da forma que ele foi descrito 🌹. Não é nada demais, apenas um gesto singelo, mas que me fez pensar em tudo o que ele sofreu até ali. E por isso, fiz as pazes com lady Sarah. Pois o olhar dele era para ela.

Amores, A Soma de Todos os Beijos foi tão apaixonante que acabou muito equiparado ao primeiro livro da série, que eu amei. Na verdade, já não sei de qual gostei mais. A leitura aqui é recheada de humor, romance, superação e amizade. Coisas que sempre encontramos nos romances da Julia Quinn, mas esse aqui tem uma aura de incerteza que fez com que todos os momentos românticos fossem ainda mais especiais. Caí mesmo de amores pela história, tanto que sempre pensarei nela de forma diferente e com um sorriso no rosto, feliz por ter ligo algo tão especial.

A soma de todos os beijos

A Soma de Todos os Beijos é o livro 3 da série Quarteto Smythe-Smith, da nossa diva mor Julia Quinn. Série essa que já faz parte do meu coração pra sempre. Estou com dó de ler o ultimo.

A Soma de Todos os Beijos

Quarteto Smythe-Smith, livro 3

Julia Quinn

Editora Arqueiro

Classificação: ★★★★★ (5)

 

Pessoas lindas, tem A Soma de Todos os Beijos a venda aqui:

Livraria da Travessa  Livraria Cultura
Livraria da Folha Submarino

Amores, quem segue o nosso cantinho sabe que eu amo falar com vocês. Posso demorar para responder, mas respondo todo mundo, então, que tal deixar uma mensagem pra mim aqui em baixo? Vou amar.

Bjos 1000!

Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

Deixe um Comentário