20/08/2015

[Resenha] A Voz do Arqueiro – Mia Sheridan

Oiii Pessoas do meu coração!

Sabe que às vezes eu nem sei como começar a contar pra vocês que me apaixonei por mais uma série? #BlogueiraQuaseEnvergonhada

Mas foi isso que aconteceu, de novo…. Eu sei, a piriguetagem literária aqui está em níveis periclitantes. Rsrsrs Como não tem como evitar, já vou adiantar que a resenha está cheia de declarações de amor por esse livro lindo da vida que é A Voz do Arqueiro, da autora Mia Sheridan.

A Voz do Arqueiro - Capa

Esse eu comprei em português. rsrsrs

Sinopse:

Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.

Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de
um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.

Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Então, meus amores, eu não conhecia essa série nem a autora antes da editora Arqueiro publicar A Voz do Arqueiro aqui no Brasil, tanto que minha versão está em português. A capa desse livro me chamou atenção e eu comprei por impulso. Aí, fui lá catar todas as informações existentes sobre ele na face da terra, que não são muitas, depois que descobri que ele pertence a uma série. SIM! As séries me chamam, miminas! Rsrsrsrs Dessa vez entrei de gaiata na série, é o destino!

E olha, que compra mais feliz foi essa! A Providência Divina guiou meu dedo, só pode. Comecei a ler o livro e um pouco antes da metade dele eu já estava viciada. Incrível!

A proposta da série é que a maior característica do personagem principal do livro tenha relação com seu signo. Aqui, Archer Hale (Archer é arqueiro em inglês, rsrsr) é de sagitário e antes do primeiro capitulo do livro, temos uma página contando a mitologia do centauro Quíron, (lembrei logo da série do Percy Jackson, amo todos os livros), pois o ferimento sofrido por Quíron simboliza o poder transformador do sofrimento.

Fiquei parada algum tempo, lembrando, pensando na garota que eu tinha sido, e senti falta dela. Senti falta do meu antigo eu.

Nosso herói, Archer, também é um homem transformado pelo sofrimento. Vive isolado em sua propriedade em uma cidadezinha onde todos se conhecem. Archer é mudo e isso, somado ao seu triste passado, só serve para isola-lo ainda mais em sua dor.

Os olhos dele me diziam tudo que a voz não podia dizer. Dissemos mil palavras sem que nenhuma delas fosse pronunciada.

Bree chega a cidadezinha onde Archer mora fugida de sua antiga vida. Ela também carrega uma grande dor, a perda do pai em uma tragédia horrível que a faz ter flashbacks terríveis todas as manhãs. Ela aluga um chalé a beira do lago, já que esse foi o ultimo lugar onde ela foi verdadeiramente feliz.

A Voz do Arqueiro - Foto do meio

Depois de se instalar no chalé, ela acaba fazendo amizade com a vizinha, uma senhorinha fofa, e ela diz a Bree que a lanchonete do outro lado do lago está precisando de uma garçonete. Bree decide ir a cidade comprar umas poucas coisas e ao sair da farmácia, sua bolsa de compras rasga e um estranho barbudo a ajuda a recolher tudo. Ele tagarela sem parar, sem graça recolhendo as coisas, mas o estranho permanece mudo e quando ela brinca dizendo que se sentiria melhor se ele falasse alguma coisa ao invés de apenas olhar para ela, ele corre.

Mais tarde, Bree descobre que o estranho é Archer Hale. Ele vive completamente sozinho em uma vasta propriedade a beira do lago e é mudo desde criança.

Só você, Bree. Só você para se apaixonar pelo mudo solitário da cidade. Mas então sorri. Sim, mudo, solitário, mas meu mudo solitário.

Sentindo-se mal pela brincadeira de mal gosto que fizera, Bree pretende se desculpar a próxima vez que o encontrar. Ela entende bem o quanto seu comentário deve ter sido desagradável para ele, pois seu próprio pai era surdo. Assim que eles se encontram novamente, alem de ser tudo de lindo no mundo, Bree descobre que Archer sabe usar a linguagem dos sinais e eles passam a se comunicar assim. Status da blogueira: suspirando e com coraçõezinhos nos olhos….

Ele sorriu. Ainda não estava acostumada com os sorrisos dele e aquele em especial fez meu coração acelerar mais um pouco. Eram como um presente que ele distribuía de forma parcimoniosa. Eu o recolhi e guardei em algum lugar dentro de mim.

Depois de conseguir o emprego na lanchonete, ela tenta refazer sua vida por um tempo, pelo menos, já que Bree não sabe quanto tempo ficará na cidade antes dela e sua cadelinha, Phoebe, decidirem voltar para a vida antiga.

A história começa a envolver o leitor lentamente, pelo menos foi assim comigo. Começamos a amar os personagens maravilhosos ao mesmo tempo em que tentamos entender as coisas horríveis que transformaram a vida de Bree e Archer. Duas pessoas com fardos muito pesados nas costas, mas que acabam se envolvendo e tentando se ajudar.

Não sabia o bastante para sonhar com você, Bree, mas de algum modo você se tornou realidade. Como isso aconteceu? Quem leu a minha mente e soube exatamente o que eu queria, quando eu mesmo não sabia?

A narração também é um “deleite” (ó a idade sendo denunciada aí, gente!) a parte, pois a historia é narrada pelos dois. É mais do que apaixonante entender o que Archer pensa, pois ele é um cara maravilhoso. Mesmo sentindo-se limitado devido a falta da fala, vemos que isso não o tornou uma pessoa dura, pelo contrario, ele é muito doce e gentil. Viu? Eu disse que rasgaria seda…. #éMaisForteDoQueEu

Quando você estava presa naquela armadilha, eu não conseguia falar para tranquiliza-la. Você não pode me ouvir… isso eu não posso mudar. Mas quero que me veja.

O livro é super apaixonante e de uma sensibilidade que o torna incrivelmente viciante. Fiquei mais do que apaixonada, fiquei encantada! Perto do final, o suspense deixou meu coração palpitando enquanto eu lia cada vez mais rápido para saber o desfecho. E o desfecho me deixou com água nos olhos, o que não é novidade, pois eu sempre me emociono em histórias assim.

“…e o amor dela me envolve suavemente, me sustentando, me ancorando, me lembrando de que as palavras que mais importam são aquelas que vivemos.”

Amores, A voz do Arqueiro é o livro 4 da série Signos do Amor. Pois é, a Arqueiro decidiu publicar fora de ordem. Só que não tem problema, já que as histórias não são codependentes. A série possui, até agora, sete livros lá fora.

Todos os livros da série Signos do Amor com as capas originais.

No final de A Voz do Arqueiro, ganhamos um brinde, os dois primeiros capítulos do próximo livro da série a ser lançado por aqui, O Coração do Leão, e esse sim é o primeiro livro da série lá fora. OBAAAAA! Não aguentei esperar e comprei em inglês, e olha, li em um dia de tão apaixonante que é.

A Voz do Arqueiro

Signos do Amor, livro 1

Mia Sheridan

Editora Arqueiro

Classificação: ★★★★★ (5)

 

Vem se apaixonar por essa história linda também, tem a venda aqui:

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha

Pessoas lindas, não esqueçam de deixar seus comentários aqui em baixo. Fico super feliz quando falo com vocês.

Bjos 1000!

Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

12 Comentários

  1. Mariana Melo says:

    Eu li apenas 2 livros dessa série que foi A voz de Asher e Stinger, e eu gostei mais da história do Asher, achei que além de mais envolvente teve uma história bem interessante. Não que o outro não tenha tido, mas Stinger acontece o amor e as cenas quentes primeiro para depois vim a história. Eu acho que todas que gostam de um romance quente mais com uma história mais profunda tem que ler A voz de Asher (ou A voz do Arqueiro como traduziram para o Brasil)

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiiii Mariana!
      Legal saber que o livro Stinger também é legal. Eu só li esse do Archer (dãaaa), o Leo e agora estou lendo Leo’s Chance e tenho que admitir que todos os três são igualmente apaixonantes para mim. Também acho que todos devem ler A Voz do Arqueiro de tão lindo que é.
      Amei saber a sua opinião.
      Bjos 1000!

  2. Renata says:

    Essas séries são F*** pois a gente vicia e fica sem grana se for ler todas as séries que quer kkkkkk
    Eu estou em contenção de gastos e lendo tudo que tá parado na minha estante, tenho pavor de livro parado na estante, me dá agoniaaaaaaa……e ainda me enfiei numas parcerias e book tour, daí ferrou…bagunçou minha ordem de leitura kkkkk
    Me parece uma história mesmo apaixonante, pena que a editora publica fora de ordem…assim quem não conhece a série se perde né? enfim…..queria muito ler, mas esse ano com certeza não rola, vai que a arqueiro lança tudo e eu compro um box?
    bjs bjs bjs

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiiii Renata!!!
      Pois é, o nosso problema é justamente ter mais livros do que tempo pra ler. rsrsrs
      Eu não consigo estabelecer uma ordem. Mesmo tendo vários na prateleira (virtual) eu furo a fila direto. É mais forte do que eu, não consigo ser organizada. 🙁
      Mas a Arqueiro é campeã em lançar tudo fora de ordem, eles fizeram uma salada de gato com a série Rosemary Beach, tanto que as pessoas nem sabem que é uma série. Mas enfim, contanto que lancem todos os livros tá bom, né?!
      Mesmo que não seja agora, vale muito a pena você ler essa série sim. Eu fiquei tão enlouquecida que já li os três primeiros livros dela e são todos apaixonantes.
      Bjos 1000!

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Juliane!
      Esse é o “problema” desse livro, a gente começa a ler e fica presa nele até acabar. Incrível!
      Minha lindinha, eu que agradeço pelo carinho.
      Bjos 1000!

  3. Pollyanna Kaio says:

    Lindo demais esse livro..Terminei agora e fiquei com um gostinho fe quero mais… E li por causa da sua resenha…Parabéns!!! Obrigado amei s indicação….
    Vou começar o lado feio do amor….espero gostar…

    • Jaque
      Jaque says:

      Pollyanna, to aqui sem palavras!!!!
      É muita felicidade saber que você leu o livro, por minha indicação, e ainda mais porque você gostou!
      Obrigada mesmo pelo carinho. #blogueiraTodaBoba
      Acho que você vai gostar de O Lado Feio do Amor também.
      Amei demais saber a sua opinião e, por favor, depois que você ler O Lado feio do Amor, volta aqui pra me contar o que você achou tá?! Gostando ou não. 😉
      Bjos 1000!

Deixe um Comentário